Lomadee
Escrito por Lomadee

Afiliadas da Lomadee exploram o mundo monetizando

Imagine-se em Londres durante uma viagem onde irá conhecer o futuro sócio ou sócia do seu próprio negócio. Além disso, pense que a partir daí terá muito mais liberdade e a oportunidade de mudar completamente seu estilo de vida. Pois é! Foi assim que duas afiliadas da Lomadee, Isabela Andersen Berta, que é brasileira, e Debbie Taylor, sul-africana, se encontraram pela primeira vez em 2010 e tiveram a ideia de montar o Cashola, site de cashback que retorna parte do valor das compras online para os próprios consumidores.

Isabela estava na Inglaterra estudando e trabalhando em uma galeria de arte e Debbie já tinha experiência em compra de mídia através do trabalho que desempenhava em uma agência digital. Até esse momento o que elas mais tinham em comum, além do amigo web designer que as apresentou, era a insatisfação com seus respectivos empregos e a vontade de expandir horizontes. A parte boa é que o amigo acabou entrando para ajudar no projeto, mas a insatisfação sumiu assim que descobriram o marketing de afiliados!

No início o maior desafio era convencer as pessoas de que através do cashback elas realmente receberiam parte do dinheiro de volta por cada compra realizada, mas como o consumidor online tem se tornado cada vez mais exigente e se preocupa tanto em pesquisar como em economizar, logo esse problema foi contornado. Inclusive muitos começaram a deixar que os valores se acumulassem, como uma espécie de poupança para realizar outras compras.

marketing de afiliados

Cashola:  lançamento do site

Europa e África do Sul até chegaram a ser consideradas como alvo para o lançamento do site, mas foi no Brasil que encontraram as maiores chances de dar certo devido ao mercado em expansão nessa área. “A Lomadee esteve presente desde o começo, pioneira no mercado de afiliação no país. Foi por causa da Lomadee que resolvemos montar o Cashola no Brasil, porque na época era a única rede que tinha lojas grandes conhecidas pelos consumidores, o que possibilitaria o nosso trabalho”, comenta Isabela Berta.

E não é que deu certo mesmo? Em 2012 a primeira versão do Cashola foi ao ar, enquanto ainda trabalhavam da Europa, e já no segundo mês rodando algumas campanhas, foi possível atingir os primeiros 4 dígitos de faturamento sem sequer investir em tráfego pago. Hoje o site é sem dúvida a principal fonte de renda das garotas que já estão com um novo projeto vindo por aí, o iCupom, fruto do networking em eventos desde que vieram morar em São Paulo nesse ano de 2015.

É importante destacar que mesmo com site, anunciantes e público brasileiros, elas conseguiram controlar tudo de fora do país por um bom tempo. “Essa é a beleza da internet, o mundo inteiro está conectado! Podemos trabalhar de qualquer lugar do mundo e viajamos bastante (para a Tailândia, África do Sul, vários países na Europa e agora no Brasil). Se tiver um laptop e internet, podemos trabalhar de qualquer lugar e essa possibilidade é maravilhosa. Nós recebemos mesmo quando não estamos trabalhando, pois as vendas não param de madrugada, de fim de semana ou feriado”, acrescenta ela.

marketing de afiliados e o cashola
Debbie esquiando na Austrália
marketing de afiliados e o cashola
Isabela em Edinburgo
marketing de afiliados e o cashola
Isabela e Debbie em Fernando de Noronha

Ainda assim Isabela não deixa de ressaltar a importância dos contatos mais pessoais, seja por meio de tecnologia ou não, e também acredita muito na boa relação que uma plataforma pode acrescentar ao modelo de afiliação: “Nossa relação com a plataforma Lomadee, por exemplo, é ótima, porque é muito importante essa troca entre rede, anunciante e afiliado. É bom sair de trás do computador um pouco e expandir nossos horizontes, até para entender melhor as necessidades das pessoas com as quais trabalhamos e não ficarmos estagnados fazendo a mesma coisa”.

Se elas tem algo para compartilhar com os afiliados da plataforma Lomadee e para qualquer pessoa interessada por esse modelo ainda pouco conhecido no marketing digital como um todo, é justamente a possibilidade de viver de uma forma mais flexível e rica em diversos aspectos. Elas consideram o marketing de afiliados um mercado incrível e democrático porque atinge desde a blogueira de moda que trabalha de casa até grandes sites de comparação de preços que movimentam milhões.

No caso de Isabela e Debbie tudo funcionou super bem e a Lomadee se orgulha por fazer parte dessa história em todos os momentos! Afinal, muito além de movimentar o  mercado de e-commerce, a plataforma também tem o objetivo de conectar pessoas a sonhos e estilos de vida, cada uma da sua maneira!

Quer saber tudo sobre Marketing de Afiliados? Confira nosso post: Marketing de Afiliados e suas vantagens