Lomadee
Escrito por Lomadee

Como fazer E-mail Marketing sem afugentar sua base

Muitos dos nossos afiliados usam o e-mail marketing como forma de divulgação das ofertas disponibilizadas pelos anunciantes da plataforma. Não é segredo que a ferramenta é essencial para o marketing digital, mas é preciso tomar cuidado para não afugentar seus consumidores com práticas intrusivas e “fora de moda” (you’re so retro…).

Para auxiliá-los nesta tarefa, a Lomadee lista aqui as nove práticas indicadas pela ABEMD (Associação Brasileira de Marketing Direto). São elas:

Ética acima de tudo
Nunca esqueça do bom e velho “guia das boas maneiras” quanto à idoneidade das suas campanhas. Para consultar o Código de Ética da ABEMD e ter um parâmetro para nortear sua atitude, clique aqui.

Opt-in voluntário
Nunca force a barra, o primeiro contato é essencial para manter o bom relacionamento. Por isso, peça sempre permissão para continuar enviando e-mails marketing. Esqueça o “jeitinho brasileiro”, pois o que pode parecer bom hoje também é capaz de destruir o nome da sua marca amanhã.

Opt-out fácil e visível
Assim como você PRECISA pedir o consentimento do seu leitor para enviar e-mails periódicos, deixe acessível a opção de descredenciamento. Nada mais chato do que ter a caixa de entrada cheia de conteúdo indesejado!

Vou usar seu endereço eletrônico, ok?
Se houver cadastro prévio, deixe claro que o endereço eletrônico poderá ser utilizado para fins comerciais, como o envio de e-mails marketing periódicos. A transparência sempre é o melhor negócio!

Tamanho faz toda a diferença
Nivele sempre por baixo. Neste caso, faça e-mails que sejam capazes de ser visualizados por todos. Opte por mensagens em .txt ou HTML (sendo este último com tamanho máximo de 12k). As figuras .gifs não devem estar anexadas, mas localizadas em servidor próprio.

Auto-executáveis jamais
Estes arquivos iniciam automaticamente processos que o receptor nem sempre quer. Fail! Além disso, os auto-executáveis facilitam a transmissão de vírus. Quem curte?

Relevância é o caminho
Enviar e-mail marketing não é um problema para o usuário, afinal ele optou por este recebimento. O ponto de atenção é o teor do conteúdo. Certifique-se de que o material enviado está de acordo com aquilo que seu consumidor procura. Se você conseguir isso, BINGO, é conversão na certa!

Frequência moderada
O ideal é permitir que seu usuário escolha a periodicidade para o recebimento do material em questão. Se isso não for possível, deixe bem clara e visível a frequência que você estipulou. Tenha bom senso, ninguém curte caixa de e-mails abarrotada…

O combinado não sai caro!
Sempre deixe explícitos os termos de compromisso (Política de Relacionamento) por meio de um contrato assumido formalmente pelo consumidor.

Apesar de não constar nas boas práticas da ABEMD, o subject do email marketing também é essencial para manter altas as taxas de entrega. O assunto deve ser curto e descritivo, entre 30 e 50 caracteres, evitando palavras que remetam a ofertas e promoções (para conferir a lista de palavras “proibidas”, clique aqui). Tenha cuidado também com a pontuação e com a gramática, pois só assim os servidores não considerarão que você está enviando SPAM. O remetente também é de vital importância. Identifique-se para o seu consumidor, mostre-se confiável!