Lomadee
Escrito por Lomadee

Thiago Rodrigo comemora aniversário na Lomadee com entrevista!

Que melhor forma de demonstrar o forte relacionamento com a nossa base do que trazer os afiliados para comemorarem o aniversário conosco? E foi exatamente isso o que aconteceu na última semana de outubro, quando Thiago Rodrigo Alves Carneiro – sócio-proprietário do AulasdeMatematica.com.br e A vida é feita de desconto – completou 34 anos. Além de trabalhar suas campanhas diretamente do escritório do Buscapé Company, ele reservou um tempinho para conversar com a gente e explicar como transformou a sua paixão por internet e a graduação em Matemática em grandes e lucrativos empreendimentos digitais. Confira os melhores momentos da entrevista abaixo:

Como você começou a se interessar por projetos digitais?
Eu tenho site desde 1999, quando fiz uma página pessoal hospedada no servidor da USP (Universidade de São Paulo). Naquele momento eu só pensava no prazer de escrever e compartilhar ideias – e olha que nem existiam redes sociais! Aos poucos pude notar vários artigos sobre coisas da faculdade e do dia a dia bem classificadas no Google. Entretanto, era só o prazer e não o dinheiro. Tive a oportunidade de fazer três disciplinas de programação no curso de licenciatura em matemática do IME-USP que são fonte de inspiração até hoje. Em 2003, eu registrei dois domínios .com.br que são a base dos meus projetos atuais. Entretanto, naquela época, meus ganhos não vinham da internet pura e simplesmente, mas das aulas particulares de matemática e estatística cujos alunos o AulasdeMatematica.com.br captava.

E a monetização?
Em 2006, um amigo indicou um conhecido serviço de monetização por cliques. Ajudava a pagar a hospedagem e nada mais. Clique é isso: você ganha pouco e só pelo clique, independente do quanto se gera para o anunciante. Logo depois me cadastrei no Programa de Afiliados do Buscapé, que ajudou a melhorar os rendimentos com comissões pela venda de livros ou por busca de ofertas relacionadas a títulos de livros com temas específicos.

Quando você se cadastrou na Lomadee?
Em 2007, quando ainda era Programa de Afiliados do Buscapé, para monetizar o site AulasdeMatematica.com.br com a venda de livros da Saraiva e Submarino. No começo os meus rendimentos não chegavam a R$50 por mês, até porque o foco do site era ofertas de serviços. O blog A vida é feita de desconto, que hoje dá tantas alegrias, existia de forma embrionária como um catado de notícias sobre consumo.

Quando você começou a monetizar de verdade?
Certo dia precisei fazer uma compra de um presente e pensei: “Será que rola um descontinho?”. De repente, ao conseguir cupons e ficar feliz, veio a inspiração: Que tal divulgar isso? Se tudo que coloco no blog fica bem na busca, se eu colocar desconto acho que dá algo bacana. Sempre li que nada monetiza melhor do que comissão por venda ou performance. Era um momento difícil, eu estava sendo desapropriado pelo metrô, sem perspectiva de que a indenização pudesse comprar uma nova casa como a que eu tinha acabado de reformar e estava perdendo. Ao mesmo tempo, um câncer estava tirando o braço de minha mãe. Era um momento de superação. Em 28 de outubro de 2012, eu inaugurei um blog de cupons de desconto intitulado A vida é feita de desconto que começou divulgando cupons da Netshoes e Dafiti.  Em pouco tempo já eram mais de 150 anunciantes, sendo que a Lomadee me fornece os mais importantes e rentáveis.

E como estão seus empreendimentos? E sua vida?
A vida é feita de desconto virou referência em cupons de desconto, ofertas e promoções. Concorre de igual para igual com os gigantes do setor, mesmo sem ter recebido investimento. Será necessário contratar pessoas e formar uma equipe para cuidar das múltiplas necessidades que o negócio exige, pois hoje cuido de tudo praticamente sozinho. Digo até que a equipe de publishers da Lomadee, com suas dicas e estímulos, fazem parte da família. Hoje, um ano depois de o blog direcionar o foco a descontos e comemorando 34 anos de vida, inauguro um novo layout e celebro novas parcerias, descontos exclusivos, ações especiais de aniversário – meu e do blog – e ideias para a Black Friday e 2014.

E as aulas particulares de matemática?
Bem, apesar de eu gostar da minha profissão, me sinto muito mais realizado agora. Não só pelo dinheiro, mas pela possibilidade de ajudar as pessoas a economizar. Bem ou mal, muito do que aprendi uso a todo instante para otimizar receitas no meu próprio negócio. Infelizmente ser professor não é algo valorizado em nosso País.